Português Italian English Spanish

Pombalense Luciano Byey faz sucesso em CD que homenageia nomes da cidade

Pombalense Luciano Byey faz sucesso em CD que homenageia nomes da cidade


Homenagear as pessoas da cidade de Ribeira do Pombal, distante 291 km de Salvador, é o mote principal da atual fase na carreira do pombalense Luciano Byey (Luanah), cantor, compositor, instrumentista e ritimista.

Suas músicas são um sucesso na cidade e entre os nascidos em Ribeira do Pombal, espalhados pelo mundo e foram compiladas em um CD, intitulado “Memórias de Um Pombalense”, já disponível para a venda.

“Começei a rabiscar algumas rimas e estrofes em meados dos anos 90 e já tenho algumas gravadas por artistas, mas este projeto é especial, pois trago as minhas memórias vividas nessa cidade. São músicas onde em formato de mensagens com temas voltados para um resgate da história pombalense, dando uma sacudida na rede da memória da nossa cidade e do nosso povo, que anda meio adormecido das boas lembranças e dos   momentos e pessoas espeçiais, que contribuíram, fizeram e farão sempre parte da vida da gente”, afirma Luciano.

Apresentando uma música com um ritmo cadente que namora com a “sofrência”, xote e o arrasta pé, Luciano Byey se considera eclético e afirma ter um estilo independente, sem definições rígidas.

Duas composições se destacam “Aos professores”, onde fala da importância de alguns educadores de Pombal e da importância dos professores na sua formação e caráter. A letra discorre sobre as recordações dos tempos da escola e cita nomes dos professores Mariluce, Salomé, Mízia, Nenen, Francisca, Dilma, Enide, Alrezi, Francisca, Maria Cruz, Dona Diademes (mãe de Didilcabeça pensante e nordestinamente Brasil), Zéli de Dadão, Nenen Borges, Perpétua, Laudicéia, Sandra, Miralda, Zuleide, Terezinha, Marialva, Valdelice, Raimundo, Zé Dantas, Paulo Cardoso, Professor Walter, professor Gerson e Dr. Juarez.

Em outra composição, “Página 3”,ritmo que mistura coco com arrasta pé, ele fala do dia da cidade, seus bares Copo do Ouro, Budega de Zé de Nêga, Bar Central, Cuca Legal, de Conrado, da boite de Pedro, do circo pé de ferro, casa de café torrefação e farmácia Aragão. Não faltam homenagens ao famoso lutador Felóo rei da voadora, exemplo do lutador, que enfrentou até o famoso Mão de AvoadoraÉ citado também Seo Alvinotalentoso tocador de tuba e Zé Luizsanfoneiro e Almir, guitarrista.  Não foram esquecidos os melhores da cidade, o dentista, Seo Feitosa; os fornecedores de requeijão (Seo Epitácio); de leite (Dona Zoutinha); de broa (Dona Rôla). As profissionais da telefoniaMaria José e Dona Glorinha são lembradas pelas chamadas telefônicas, quando Pombal não dispunha de rede própria de telefoniaVenâncio (vidraceiro); caçambeiros (Zé Osvalda); lavador de carros (Manuel e Tavinho); chepeiro (João de Maurina), gaoleiro (Antonio José); passarieiro (Antonio Cimitério).; caçambeiros (Sinézio e Ninilda); gaioleiro (Antonio José) e o rei do caminhão Seo Osvaldo. “Não vou deixar que esqueçam de vocês….Não vou deixar esta cidade esquecer de vocês”, diz o refrão da música.

São citados ainda ilustres moradores Cabo Anselmo (sargento da PM)  ,Pedro Rodrigues Edival e Dadá (ex-prefeitos), João Santo, Carlinhos de bambu, Luizinho, Waldomiro, Zuza, Babu, Manuel Sampa Rio, Tonho, Altinha, João de Zé Enfermeiro, Hildebrando, Pequeno da Ferreira Brito, Raimundo Caninana, Nenéu do Borrocão, Mundinho Bahia, Valmir da Terra, Zé Motor e Satú.

Início da carreira

Luciano Byey participou de um grupo de forró, formado por “Santanna O cantador” (de Pernambuco), do Trio Virgulino, de Americana (SP) e das bandas Trilha da Bahia e Fubá de Milho, Mistura Music, além de cantar com Carneiro do Acordeon e Fatel Barbos, entre outro. Em 200 cria a Banda Luanah (em homenagem a sua filha) com discos autorais gravados. Em apresentações tocam de Luzi Gonzaga, Trio Nordestino e MPB, além, obvio das músicas autorais.

Serviço

“CD Memórias de Um Pombalense”

Autor: Luciano Byey da banda Luanah´

A Venda na loja Chaves com Marluce: (75) 99979-5841

Professora Arezi: (75) 99927-5775

Marcio Canto & Encanto: (75) 9983-3283

#conexaoin99

#conectadocomanoticia